Oração: Um Diálogo com Deus

Imagem de Pepper Mint por Pixabay 

Eu estava em meu carro, andando em uma certa cidade, e o Espírito Santo me fez observar as pessoas dali, que apesar de enxergar carnalmente, estavam cegas espiritualmente, correndo em desespero de um lado para outro, buscando algo que não conhecem, correndo atrás de coisas que preencham seu vazio.

E quando pensei em escrever algo sobre oração, que é o diálogo do homem com seu Deus, lembrei desse dia. Porque as pessoas buscam de tudo para preencher a lacuna deixada pela falta de intimidade com Deus, que só é conquistada através de nossa conversa com Ele, sendo intermediada pelo Espírito Santo e realizada somente através do Filho que em sua morte, rasgou o véu e nos deu acesso ao Pai.

Nesse post vou abordar alguns dos muitos benefícios que uma conversa com Deus pode nos trazer, já que Ele é mestre em psicologia, medicina, engenharia e dono de tudo. Sua inteligência e sabedoria é infinita, logo uma pequena conversa com esse Deus pode nos fazer uma nova criatura, pois Ele é dono da vida.

Oração que nos dá vida

Irei citar dois exemplos distintos da oração que nos dá vida:

O primeiro, no sentido corporal, sendo o de Ezequias, que acometido de uma enfermidade, recebe a visita do profeta Isaías e esse diz à ele para preparar as coisas em sua casa e reinado, pois iria morrer. Então virou o rosto para parede e orou (veja 2 Reis 20:2).

Com grande angústia e intimidade, Ezequias fala com Deus. E antes mesmo de Isaías sair do pátio, Deus manda ele voltar e dizer a Ezequias que ele não morreria, mas seria sarado.

O segundo exemplo é no sentido espiritual. Vamos observar que em Lucas 23, um dos ladrões naquela cruz, reconheceu que estava ali porque merecia, mas Jesus era inocente. Então ele fala poucas palavras com o mestre, mas a resposta foi de vida. Vida eterna com Jesus.

Nossas orações é que geram a vida em nós, porque é através da intimidade e o diálogo constante com Deus que nossa alma se sacia com o pão da vida. E Jesus é a fonte de água inesgotável.

Formas de orar

Temos que orar e meditar na palavra, mas o estudo bíblico, apesar de ser um modo diferente, não deixa de ser um diálogo com Deus, já que é o próprio Deus falando através dos acontecimentos. Quando meditados em sua escritura, estamos meditando naquilo que Deus nos falou.

Então, seja clamando, suplicando, louvando, meditando, tudo isso não deixa de ser um diálogo com seu Pai. Oração pode ser você fazendo seu agradecimento e pedidos, e Ele respondendo pelo Espírito Santo e por sua Santa Palavra. É isso que trás vida a nossa fé e nos mantém firmes em Jesus.

Oração é a cura da alma

A oração é uma grande arma que temos, e se tivermos fé e fizermos nossas súplicas pelo que nos ensina a Palavra, seremos ouvidos e atendidos.

Vimos vários diálogos de Jesus que resultaram em cura. Podemos citar o cego de Jericó, em Lucas 18: 38, que clamava “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!”. Cristo responde perguntando o que ele queria, porque Jesus queria ouvir dele, e falou que queria ver, e então viu.

Mas se olharmos pelo lado espiritual, vários diálogos de Jesus trouxeram a cura da alma, aliviando assim o fardo que carregavam, como o caso da mulher samaritana. Ou então de Zaqueu, que depois de uma visita e conversa com o Mestre, sua vida mudou, não só a sua, mas de toda sua casa.

Podemos olhar também em Lucas 24, aqueles discípulos de Jesus que estavam tristes por causa da morte de seu mestre e Jesus se apresenta à eles. Teve ali um longo diálogo confortando o coração, tanto que o convidaram para sua casa.

E quando Jesus entra na casa, tudo muda. O ambiente é outro, porque ele é o médico da alma. O luto vira festa, a tristeza vira alegria e o fardo fica leve.

Em Salmos 19, o salmista nos mostra através de uma oração em forma de canção, que Deus, o nosso Pai, é o único médico que pode sarar as feridas da nossa alma, e ele vai mostrar o porquê Deus se agradou de seu coração, dizendo:

Quem pode entender os próprios erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos. Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim; então, serei sincero e ficarei limpo de grande transgressão. Salmos 19:12-13

Não tem melhor oração ou diálogo com Deus do que esse! Já que um coração sincero e quebrantado sempre alcança resposta em Deus e Ele nos traz a cura da alma, de nossa aflição, que só somos sarados aos pés de Jesus.

Não sei como está sua vida, mas todos nós, em nossas guerras espirituais, e em nosso convívio, sempre saímos com marcas.

Essas feridas na alma vêm nos trazer grande angústia e aflição, e infelizmente muitas vezes agimos como se nada tivesse acontecido e não conversamos com o nosso Pai e amigo. E vivemos com nossas feridas, que vão infeccionando e nos fazendo sofrer cada vez mais. Uma dor que não é física, mas na alma.

Corremos de um lado para outro quando deveríamos parar para ter um diálogo sincero com Deus, expondo ao médico da alma nossos sintomas, nossas culpas, mágoas, dores, porque Ele é quem sara essas feridas. Ele nos chama de filhos e nos diz: descansa, “Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.” (Mateus 11:30)

Em 1 Tessalonicenses 5:17, Paulo diz “Orai sem cessar.” e em Efésios 6:18 “orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito”.

Mas como podemos fazer isso? É simples, temos um amigo sempre ao nosso lado, com seus ouvidos abertos para nos escutar. Ele nunca nos deixa ou nos abandona, mas é um fiel amigo.

E é por isso que em qualquer lugar ou momento podemos falar com Ele e do mesmo modo que ele ouve, sua boca e mão estão prontas para nos responder.

Comentários

Postagens mais visitadas